Todos que tem direito a aposentadoria por invalidez deve marcar uma perícia no INSS, clique no botão e saiba mais informações
MARCAR PERÍCIA INSS 2021

Quando Deve ser Realizada a Perícia do INSS? Como Funciona?

Os pensionistas do INSS e outros beneficiados pelo programa possuem muitas dúvidas sobre como se manter recebendo o benefício. Uma das mais frequentes, é quando deve ser realizada a perícia do INSS. Para esclarecer essas questões decidimos escrever um artigo apontando as informações mais relevantes sobre o assunto.

Normalmente é realizada a perícia do INSS antes de se começar a receber o benefício, para se avaliar a situação dos indivíduos. Contudo, fica a dúvida em quais outros casos o procedimento pode ser solicitado, buscando esclarecer essa e outras dúvidas decidimos redigir o texto que você está lendo.

Quando deve ser realizada a perícia do INSS?

Em suma, a perícia médica realizada pelo INSS é uma das etapas mais relevantes para que o benefício possa vir a ser concedido aos beneficiários. Por isso, são muitos os indivíduos que se questionam quando é preciso fazer isso, e como exatamente ela funciona.

Para esclarecer essas questões que lhe assombram, decidimos escrever esse texto. Onde esclarecemos as principais questões sobre essa fase em que você passa para obter a Previdência Social.

Requerimento do benefício

Existem 3 benefícios que quase sempre que você vai fazer a solicitação pedem que você faça a perícia médica. Sendo eles os seguintes:

  • Auxílio-doença;
  • Aposentadoria por invalidez;
  • Auxílio-acidente.

Além desses 3 que necessitam de perícia médica para serem concedidos existe mais um bastante relevante. É um benefício conhecido como LOAS, que pode ser solicitado tanto por idosos, quanto por portadores de deficiência que comprovem a sua situação de vulnerabilidade.

Em suma, o LOAS é um benefício de caráter assistencial que só será concedido após análise do Serviço Social, e depois de uma perícia médica do INSS. Para comprovação das informações apresentadas.

O que é e como funciona a perícia médica do INSS?

Para que possa ser concedido algum benefício ao indivíduos. É preciso que ele se disponha a passar por um perícia médica do INSS, onde será avaliado se o que ele diz é verdadeiro ou não. No procedimento é analisado o estado de saúde do segurado, se utilizando de exames clínicos e de documentos sobre a doença ou acidente.

Neste momento, o perito irá atestar se o indivíduo está capaz ou não de dar continuidade em seu trabalho. Assim, concedendo ou não o benefício ao trabalhador ou a qualquer pessoa que solicite tal benefício.

Nessa perícia pode se constatar qualquer doença ou acidente que a pessoa tem ou ocorreu. Contudo, o maior foco é se comprovar se a condição atual de saúde da pessoa faz com que ela se encaixe em alguma das seguintes situações:

  • A condição ou doença possa ser agravada em decorrência da continuidade de suas atividades profissionais;
  • Impeça parcialmente ou completamente de trabalhar em caráter temporário ou permanente;
  • Comprometa o exercício de suas funções, demonstrando que mesmo que possa continuar com suas tarefas, ele não deve fazê-lo. Pois, isso colocaria em risco a sua vida ou a de terceiros.

Caso se encaixe em alguma dessas situações é possível que o benefício seja concedido ao indivíduos. Mas, se isso não ocorrer, o benefício pode não ser concedido ou cancelado. Para isso é realizada a perícia do INSS.

Como agendar uma perícia médica do INSS?

Existem maneiras diferentes de agendar a sua perícia no INSS ou Instituto Nacional do Seguro Social. Podendo ela ser feita pelo telefone 135 que está disponível para você realizar ligações de segunda a sábado das 7 horas até as 22 horas.

Também pode ser realizado de maneira presencial, onde você vai até uma agência responsável e marca a perícia. Contudo, como o INSS trabalha com atendimento agendado é essencial que você marque a visita antes, para ser atendido por eles.

Quais são os exames médicos necessários para levar na perícia do INSS?

A perícia tem a função de comprovar a existência de uma incapacidade laborativa temporária ou permanente que decorra de uma doença ou de um acidente sofrido. Para isso é necessário que você tenha em mãos todos os documentos que comprovem isso. Ou seja, exames médicos atualizados que comprovem a sua situação, além de outros documentos como:

  • RG;
  • CPF;
  • Exames laboratoriais e clínicos relativos à doença incapacitante;
  • Atestado de saúde ocupacional emitido pelo médico do trabalho;
  • Carta da empresa empregadora que confirme o último dia trabalhado;
  • Carteira de trabalho;
  • Atestado médico devidamente preenchidos relativos à doença incapacitante;
  • Receituários;
  • Comprovante de tratamento.

Todas essas informações são fundamentais para que você consiga comprovar o seu problema. Além de serem necessários para a comprovação de quem você é. Afinal, esse tipo de benefício exige muitos documentos para evitar que ocorram fraudes que possam lesar o governo.

Com todos os documentos necessários, e realmente possuindo um problema que se encaixe nos requisitos do benefício. Quando realizada a perícia do INSS será constatado que realmente você é merecedor de receber o auxílio. E assim, você poderá viver de maneira mais tranquila.