Todos que tem direito a aposentadoria por invalidez deve marcar uma perícia no INSS, clique no botão e saiba mais informações
MARCAR PERÍCIA INSS 2021

Qual o valor pago pelo INSS por afastamento em 2021?

Qual o valor pago pelo INSS por afastamento em 2021? Essa é uma dúvida que paira sobre muitas pessoas. Aliás, algumas delas até possuem direito a este benefício, mas não sabem como solicitar e acabam perdendo o direito. Por isso, resolvemos preparar este artigo para você, que poderia receber e ainda tem dúvidas.

Aqui falaremos sobre todos os detalhes que envolvem o processo de afastamento pelo INSS 2021. Mas, como faz para consultar o auxílio doença online? E como eu faço para sacar o pagamento que recebi como auxílio doença? Chegou o momento de revelarmos todos os detalhes, para que você não perca nada que tenha direito.

Processo de afastamento pelo INSS 2021

Se você é segurado pelo INSS e ficou afastado do seu serviço por 15 dias, devido a alguma doença, então em primeiro lugar será necessário agendar uma perícia médica junto ao órgão. Aliás, isso pode ser feito diretamente pelo site da Previdência Social, marcando um dia e horário para o atendimento. Veja o passo a passo:

  • – Acesse a página do Meu INSS;
  • – Clique em “ENTRAR”;
  • – Acesse “Crie sua conta”;
  • – Preencha um formulário de cadastro, que contém o nome completo, CPF, telefone e e-mail;
  • – Clique em “Continuar”;
  • – Responda todas as perguntas para validar os dados. Aliás, são relacionadas a sua vida pessoal e profissional;
  • – Crie a sua senha de acesso ao Meu INSS e no menu principal, escolha “Agende a sua perícia médica”;
  • – O site indicará duas alternativas, entre “PERÍCIA INICIAL” e “PERÍCIA DE PRORROGAÇÃO”;
  • – Preencha todos os dados solicitados e informe o CEP, para que a plataforma encontre a agência do INSS mais próxima da sua casa;
  • – O usuário será levado ao site do Dataprev, para fazer o requerimento do benefício. Então, escolha a melhor data para a realização da perícia;
  • – Preencha o requerimento no site do Dataprev e guarde o número de protocolo. Assim, este número será usado para consultar o resultado.

Se o solicitante não puder comparecer em uma agência na data marcada, devido à dificuldade de locomoção ou por outros motivos ligados ao seu estado de saúde, um representante oficial deverá comparecer na consulta, com os documentos que comprovam a impossibilidade, remarcado a perícia.

Consultar auxílio doença online

O andamento do procedimento pode ser feito pela internet, dando muita praticidade em relação ao atendimento que é realizado. Veja o passo a passo para ter acesso a essa informação:

– Acesse a página do Meu INSS;

– Clique em “ENTRAR”;

– Digite o seu CPF e a sua senha, mas se não tiver cadastro precisará criar um;

– Escolha “Resultado de Benefício por Incapacidade”.

– Fazendo isso, terá acesso ao número da sua solicitação, clique sobre ele e veja a resposta.

Em alguns casos, a informação ainda não está disponível.

Pagamento do Auxílio-doença

O pagamento do auxílio-doença 2021 é realizado diretamente na sua conta corrente ou então na conta poupança. Os valores são entregues pelo Banco do Brasil e também pela Caixa Econômica Federal, duas instituições financeiras pertencentes ao governo federal.

Além disso, você não precisa ter uma conta para receber os valores, basta ter o cartão do beneficiário, e fazer o saque diretamente no caixa do banco. Então, vá até uma das agências, com documentos pessoais em mãos e receba os valores que possui direito.

Prazo máximo para receber auxílio doença 2021

O INSS informa que os segurados possuem um prazo máximo para fazerem os saques de seus benefícios. Por isso, é preciso fazer a retirada dos valores dentro de 60 dias após a data marcada para o seu pagamento, ou o dinheiro será devolvido ao INSS.

A devolução após os 60 dias é considerada uma medida de segurança, que ajuda a evitar pagamentos indevidos ou tentativas de fraudes. Por exemplo, impede que sejam feitos saques de pessoas já falecidas. Então, o pagamento é suspenso até que a pessoa regularize a sua situação.

Fique atento a carta de concessão do benefício, que será encaminhada para o seu endereço, nela estarão todas estas informações. Além disso, o número 135 pode ajudar com as questões relacionadas ao seu pagamento.

Quanto tempo depois da perícia eu recebo?

Todos os benefícios pagos pelo INSS são feitos por meio da carta de concessão, que é enviada para a residência do solicitante dentro de 30 dias após a realização da perícia médica. Mas, este tempo pode variar de acordo com a demanda de pedidos do benefício, recebidos pela Previdência Social.

A data para o início dos pagamentos feitos pelo INSS estará nesta carta de concessão, caso o pedido não tenha sido indeferido. Além disso, é neste documento que será informado por qual banco o beneficiário poderá fazer os saques do benefício.

Na maioria das vezes, os valores começam a ser pagos 15 dias depois da confirmação do deferimento do pedido junto ao Instituto Nacional do Seguro Social. Contudo, conforme a legislação atualmente em vigor, o prazo máximo para o primeiro pagamento é de 45 dias após ser deferido.

Levando isso em consideração, pode levar mais do que 2 meses para que você comece a receber este benefícios tão importante. Por isso, assim que surgir uma das doenças seguradas pelo INSS, é importante agendar a perícia.

Quanto tempo dura o auxílio-doença judicial?

Pessoas que tiveram o pedido ao auxílio doença negado podem entrar na Justiça e tentarem novamente. Essa é uma situação lamentável, mas algumas pessoas que realmente possuem direito precisam ir até ela.

Durante o processo, o seu advogado ou o INSS podem recorrer da decisão do juiz. Assim, o processo se torna ainda mais lento e vai para a segunda instância. Dessa forma, será novamente colocado em julgamento, podendo levar 2 meses.

Considerando todo este período, leva em média de 8 a 12 meses, sendo que o tempo pode ser ainda maior em alguns casos. Aliás, o juiz não tem um período definido para dar a sentença, o que é um grande empecilho.

Caso você consiga vencer o INSS na justiça, os pagamentos devem ser feitos dentro de 60 dias, contando tudo o que está atrasado.