Todos que tem direito a aposentadoria por invalidez deve marcar uma perícia no INSS, clique no botão e saiba mais informações
MARCAR PERÍCIA INSS 2021

Fim da perícia online INSS? Como Agendar uma Consulta Presencial?

As perícias realizadas pelo INSS estavam ocorrendo de maneira online, devido à crise ocasionada pela pandemia. No entanto, agora com uma pequena diminuição dos casos da doença e o início da vacinação, foi anunciado o fim da perícia online INSS. O que vai obrigar os indivíduos a irem até uma unidade para realizar o exame.

Muitas pessoas estão se questionando se essa medida é algo positivo para a população. Uma vez que a pandemia ainda não teve seu fim e você está expondo pessoas que possuem algum problema a possibilidade de pegar a doença.

Contudo, como essa mudança já foi aprovada e anunciada, não devem ocorrer mudanças sobre ela. Então o que você poderá fazer é tomar medidas de proteção para não se expor aos perigos da doença, como por exemplo usar máscara.

Para que você esteja bem informado sobre o fim da perícia online INSS é importante que leia esse texto. Pois, reunimos as informações mais relevantes sobre o assunto. Assim, você ficará bem informado e poderá tomar medidas para lidar com a situação.

Fim da perícia online INSS

Foi anunciado para o dia 16 de janeiro de 2021, o fim da perícia online INSS. Ou seja, quem quiser solicitar o auxílio doença terá que passar por um atendimento presencial em alguma das unidades responsáveis. Porque, não haverá mais a possibilidade dela ser realizada de maneira online.

Em suma, o atendimento online foi a solução que o INSS encontrou para desafogar a fila de espera do benefício. Que estava gigantesca em 2020 devido a pandemia que impossibilitou que o atendimento fosse realizado nas agências responsáveis.

Inicialmente havia uma previsão de que o atendimento de forma online se estendesse até o fim do mês de janeiro. No entanto, foi antecipado o fim do atendimento dessa forma, por motivos não revelados.

Como agendar uma consulta presencial?

Para agendar o atendimento presencial será necessário realizar uma ligação para o número de telefone 135. Ou caso preferir através do aplicativo Meu INSS, onde é possível escolher a data, hora e o local onde será realizada a perícia. Utilizar o aplicativo é o método mais recomendado para agendar o atendimento, pois você poderá escolher as melhores condições de atendimento.

Já existem cerca de 491 locais disponíveis, para se realizar a consulta de maneira segura, segundo afirmam os responsáveis pelo INSS. Sendo que mais de 2000 médicos especializados estão atuando por todo o Brasil, buscando diminuir a lista de espera.

O método online de atendimento só foi oferecido devido a uma solicitação do TCU ou Tribunal de Contas da União, pois as concessões de auxílio doença estavam paralisadas. E as filas do INSS estavam se acumulando de maneira excessiva.

No entanto, parece que o INSS não guardou informações relevantes sobre esse método de atendimento. Pois, ao ser questionado por um repórter, não soube informar quantos indivíduos foram atendidos de maneira online.

Atendimento presencial

Haviam mais de 520 mil atendimentos presenciais agendados por todo país até o dia 4 de janeiro, sendo com atendimento seriam para as semanas seguintes. No entanto, nem todos os peritos poderão auxiliar nesse atendimento, aqueles que pertencem ao grupo de risco do covid-19 permaneceram em trabalho remoto, sendo eles os seguintes:

  • Os idosos com mais de 60 anos;
  • Pessoas com doenças graves;
  • As grávidas;
  • E as lactantes.

Segundo os responsáveis, os atendimentos às pessoas que requisitaram estão ocorrendo em até 30 dias em média. Conforme a lei, o INSS tem até 45 dias para concluir a análise, de que se o auxílio será concedido ou não ao indivíduo. Esperamos que esse prazo médio se mantenha mesmo com o fim da perícia online INSS.

Quem ir a uma agência além de utilizar os itens para proteção contra a pandemia como máscara, também deve levar a documentação necessária. Sendo que nela deve constar tudo sobre a doença ou o acidente que fez com que ocorresse o afastamento do trabalho. Sendo que podem ser coisas como:

  • Atestados;
  • Laudos;
  • Exames;
  • Receitas médicas.

Esses documentos devem possuir datas mais recentes possíveis, para que sejam de maior confiabilidade, para quem fará a análise.

Como fica a situação com o fim da perícia online INSS?

Com o fim da perícia online INSS as pessoas que não fizeram isso de maneira remota, acabaram tendo que ir até uma agência para realizá-la. A situação em que vivemos ainda não é muito segura, pois a doença ainda está entre nós. Contudo, os responsáveis pelo auxílio decidiram que a perícia será realizada presencialmente.

Então não há muito o que fazer, fica a dúvida também se com a perícia sendo de forma presencial, se as filas do INSS não vão se expandir novamente. Pois, acredita-se que algumas medidas serão tomadas para que as agências não fiquem lotadas de indivíduos.

Então possivelmente irão atender menos pessoas por dia, e isso pode causar um aumento relevante na quantidade de pessoas esperando para receber o seu auxílio.