Todos que tem direito a aposentadoria por invalidez deve marcar uma perícia no INSS, clique no botão e saiba mais informações
MARCAR PERÍCIA INSS 2021

Como Funciona a Contribuição INSS Para Autônomo?

No Brasil existe uma grande quantidade de indivíduos que realizam trabalhos de maneira autônoma. Visto que essa é uma forma mais livre de se trabalhar onde é possível se exercer uma profissão sem ter que ser controlado por um chefe, que por vezes não é muito legal. Mas, você já pensou em como essas pessoas podem se aposentar? Hoje vamos falar da contribuição para autônomo.

Por vezes, se aposentar trabalhando como autônomo parece um sonho distante, contudo, quase tudo na vida é viável. Inclusive se aposentar mesmo não trabalhando em uma empresa. Mas, para fazer isso é necessário que sejam tomadas algumas medidas, que serão explicadas neste texto.

Infelizmente, os brasileiros quase não conhecem os seus direitos, e muito disso não é por falha nossa. O nosso ensino é um tanto quanto deficitário quando se trata de direito e deveres de um cidadão. No entanto, procurando a informação você consegue encontrá-la, pois o advento da internet tornou tudo mais fácil.

Então hoje vamos falar da contribuição para autônomo poder se aposentar. Como pode ser feita, e quais as dificuldades realizar essa ação pode gerar. De fato, acreditamos que você seja capaz disso.

Contribuição para autônomo

Em suma, o trabalhador autônomo trabalha de maneira formal, mas sem carteira assinada. Então essas pessoas não estabelecem nenhuma relação de emprego com uma empresa. Contudo, são legalmente protegidas por um convênio entre ambas as partes.

Havendo assim cobrança de tributos envolvidos na relação. Basicamente esse tipo de trabalho é conhecido como prestador de serviços, o que permite que exerça sua função com uma pessoa jurídica. Assim, é obrigatório que você contribua para o INSS. Na sequência vamos explicar como você pode fazer isso.

Qual é o valor do INSS para autônomo 2021?

Sobre os valores que você vai pagar ao INSS, isso vai variar bastante. Pois, vai depender da sua renda mensal e do tipo de recolhimento que você vai optar, ou seja, qual o código você vai escolher como maneira de contribuir. Então basicamente quem opta por pagar pelo código 1007, irá contribuir com 20% da sua renda.

Tendo assim que calcular os valores e preencher na Guia da Previdência Social. Contudo, existem limites, só é possível pagar a partir de 20% do salário mínimo e até 20% de R$ 6.101,06. Para esse caso, pois senão se torna um custo muito alto para o INSS. Outra possibilidade de código para se aposentar é o 1163 onde é pedido 11% do salário mínimo.

Como pagar INSS como autônomo em 2021?

Na sequência vamos ensinar a como fazer a contribuição para autônomo poder se aposentar utilizando o INSS.

É preciso obter algumas informações, contudo, o processo não é muito complicado. Só exige um pouco de perseverança

Descobrir seu número no Programa de Integração Social (PIS)

O primeiro passo é obter o seu número do PIS, que atualmente vem sendo chamado de Número de Identificação do Trabalhador ou NIT. Que é basicamente o registro do indivíduo na Previdência Social, que é necessário para esse procedimento.

Eles costumam estar na folha de identificação na sua Carteira de Trabalho. Para as pessoas que não possuem esse documento é possível exigir o número do PIS/NIT através do telefone 135 ou até mesmo pelo site da Previdência Social. Para quem não possui conhecimento de informática, ligar é mais seguro.

Escolher o modo de contribuição

Uma das vantagens de ser contribuinte individual é poder escolher entre alguns dos planos de contribuição disponíveis. Eles possuem um grande impacto no quanto vai ser pago, e quais os benefícios que serão recolhidos. Por isso, é importante pensar bem na hora de escolher o modo de contribuição para autônomo se aposentar.

Cada um desses planos possuem um código único que será usado quando você for preencher o Guia de Previdência Social ou GPS. Para facilitar a escolha é importante saber quanto você ganha de remuneração mensalmente. Para ter melhor condição de decidir com quanto você quer contribuir.

Emitir ou preencher a Guia de Previdência Social (GPS)

O Guia de Previdência Social funciona basicamente como um boleto que vai ser pago mensalmente ou em um período de cada 3 meses. Então para pagar você pode emitir a guia no site da Previdência Social.

Se preferir você também pode comprar ela em uma papelaria ou banca de jornal. Contudo, é necessário que você se atente ao código e aos dados preenchidos no GPS, para evitar que tenha contribuído para outra pessoa, e não para você. Ou qualquer outro problema que possa vir a ocorrer.

Qual o valor mínimo do INSS para autônomo?

A tabela mínima para a contribuição mínima é atualizada anualmente seguindo o valor de reajuste do salário mínimo. Assim, como as mudanças da Reforma da Previdência.

Se nada for alterado você poderá contribuir tendo como valor mínimo um salário mínimo. Podendo optar por alíquotas de 5%, 11% e 20%, escolhendo a que melhor se encaixa com o seu orçamento. Funciona assim a contribuição para autônomo se aposentar.