Todos que tem direito a aposentadoria por invalidez deve marcar uma perícia no INSS, clique no botão e saiba mais informações
MARCAR PERÍCIA INSS 2021

Como conseguir adicional de 25% na aposentadoria

Muitas pessoas quando se aposentam acabam não recebendo um valor suficiente para se sustentar. Pois, suas vidas são caras, e a vida do brasileiro não é barata, afinal vivem ocorrendo reajustes de preços. Mas, existe a possibilidade de obter um adicional de 25% na aposentadoria.

No entanto, esse valor a mais é pago para casos mais extremos. Por isso, não serão todas as pessoas que conseguiram ter acesso a esse valor. Mas, quem tem direito, deve aproveitar e receber esse valor a mais do governo. Para assim poder lidar melhor com a sua rotina.

Por exemplo, pessoas que recebem de aposentadoria um salário mínimo que atualmente é de R$ 1.100,00. Com um aumento receberia mais R$ 275,00. Totalizando R$ 1.375.00, o que já é um valor mais interessante e que reproduz melhor a situação do nosso país.

Contudo, quanto maior for sua aposentadoria maior será o impacto desse adicional de 25% na aposentadoria. Por isso, se possuir o direito vale muito a pena correr atrás dele.

Leia também:

Como comunicar acidente de trabalho pela internet

Como emitir guia do pagamento GPS pelo celular

Quais são os indivíduos que têm direito à Aposentadoria por Invalidez?

As pessoas que desejam se aposentar por invalidez, normalmente necessitam de cuidados especiais. Pois, a mesma costuma se encontrar incapaz de exercer suas atividades laborais por algum motivo.

Logo também terá problemas para fazer as atividades do dia a dia. Necessárias para que se possa viver com tranquilidade. Nesses casos existe a possibilidade de um adicional de 25% na aposentadoria.

Em suma, a aposentadoria por incapacidade permanente é destinada para os segurados do INSS e servidores públicos. Sendo que para isso eles devem se encontrar incapacitados de exercer suas atividades laborais de forma total e permanente.

Para ser considerada a aposentadoria por invalidez, a incapacidade deve impedir que o segurado seja reabilitado, em outro cargo ou trabalho qualquer. Caso isso seja possível, não será concedida a aposentadoria.

Quais são os requisitos para requerer a aposentadoria por invalidez?

Existem alguns requisitos para conseguir se aposentar por invalidez, sendo eles os seguintes:

  • É preciso ter incapacidade total e permanente, sendo necessário ser comprovada através de uma perícia médica que é realizada pelo INSS ou no órgão público que o segurado trabalho;
  • É necessário ter carência mínima de 12 meses;
  • O segurado precisa estar exercendo seu trabalho no serviço público ou contribuindo para a previdência Social no momento em que ocorreu a incapacidade, ou até mesmo estar na qualidade de segurado.

Os indivíduos que se enquadrarem dentro desses requisitos poderão fazer a solicitação com tranquilidade que serão aprovados. Contudo, caso esse não seja o caso, possivelmente sua solicitação não será aceita.

Quais são as situações em que é necessário comprovar a carência mínima?

Em relação a aposentadoria também existem alguns casos em que existe a necessidade se comprovar a carência que é:

  • Casos de doenças ou acidentes de trabalho;
  • Em casos de acidentes de qualquer natureza;
  • Ou quando o segurado for acometido por algum tipo de doença que esteja especificada na lista do Ministério da Saúde e do Trabalho e da previdência como doença grave, irreversível e incapacitante.

Infelizmente eles limitam bastante a quem vai pagar o adicional de 25% na aposentadoria. Porque o governo afirma que já possui problemas para pagar os valores atuais, então um aumento pioraria a situação.

Contudo, existe a necessidade de uma solução ser proposta para que os aposentados consigam lidar com os seus problemas. Ainda mais agora em um tempo de pandemia como esse que vivemos. Mas, enquanto isso não é feito, o que nos sobra é lidar com os nossos problemas, com as possibilidades que temos.

Quais situações o INSS prevê um adicional de 25% na aposentadoria?

Esse adicional de 25% na aposentadoria é concedido nos casos do segurado precisar de um apoio de terceiros para realizar suas atividades de rotina. Para que eles possam contratar esses indivíduos, é pago um valor maior.

Existem já alguns casos predeterminados que geram a obrigatoriedade do pagamento desse adicional de 25% na aposentadoria. Sendo que os casos são:

  • Perda de membros inferiores;
  • Perda de no mínimo 9 dedos nas mãos;
  • Paralisia dos membros superiores e inferiores;
  • Cegueira total;
  • Alteração mental com grave impacto na vida social;
  • Perda dos membros superiores;
  • Incapacidade para as atividades diárias;
  • Doenças que exijam permanência no leito.

No entanto, outras incapacidades que não estão nessa lista também podem gerar o pagamento de um adicional. No caso de haver comprovação por laudo médico. Contudo, será um pouco mais penoso conseguir esse valor a mais.

Contudo, pagar esse adicional de 25% na aposentadoria não vai resolver o problema de todas as pessoas, pois muitas delas precisam contratar funcionários para lhe ajudar. E como recebem pouco mais de um salário mínimo mal têm dinheiro para se sustentar.

Seria então necessário que um novo benefício fosse pago a esses indivíduos. Contudo, o máximo que conseguimos é um adicional de 25% na aposentadoria.