Todos que tem direito a aposentadoria por invalidez deve marcar uma perícia no INSS, clique no botão e saiba mais informações
MARCAR PERÍCIA INSS 2021

Aposentadoria 2021

Desde que aconteceu a Reforma da Previdência em 2019 as pessoas ficaram com muitas dúvidas em relação aos pagamentos feitos pela Previdência Social. Por isso, hoje vamos falar sobre a aposentadoria 2021, para tirar todas as dúvidas de você que é contribuinte e pensa em se aposentar no futuro.

De fato, não tem como fugir das contribuições ao INSS para ter direito a aposentadoria 2021. Antigamente era possível parar de trabalhar quando atingíamos um tempo mínimo de contribuições, mas hoje isso já não é mais possível.

Então, quanto tempo aposenta por idade? O que é aposentadoria especial? Como funciona a aposentadoria por tempo de contribuição MEI? Esses são apenas alguns dos assuntos citados a seguir. É preciso estar atento a todos os detalhes, para não perder o direito ao benefício.

INSS aposentadoria 2021

O Instituto Nacional do Seguro Social é o responsável pelas arrecadações dos pagamentos mensais feitos pelos patrões e pelos trabalhadores individuais. Dessa forma, assim que chega no momento da aposentadoria, a pessoa pode parar de trabalhar e curtir esse momento importante da vida.

A aposentadoria 2021 ainda gera dúvidas nas pessoas, porque em 2019 houve a Reforma da Previdência, trazendo diversas alterações. Mas, a aposentadoria rural, por exemplo, praticamente não sofreu alterações.

Quanto tempo aposenta por idade?

Para se aposentar por idade, os homens devem ter contribuído com o INSS por pelo menos 20 anos, consecutivos ou não. Já as mulheres, para se aposentarem por idade devem ter pelo menos 15 anos de contribuição.

Além disso, agora, depois que a Reforma da Previdência foi aprovada em 2019, os homens devem ter pelo menos 65 anos e as mulheres 61 anos. Ou seja, mesmo que você já tiver batido o tempo mínimo de contribuição, ainda não poderá se aposentar.

E tem mais um detalhes muito importantes: pessoas que passaram a vida inteira sem contribuir com o INSS não poderão se aposentar. Acontece que a Previdência Social atua como se fosse uma empresa seguradora, por isso é fundamental pelo menos pagar o tempo mínimo para ter direito aos saques mensais da aposentadoria.

Levando isso em consideração, podemos dizer que a idade mínima é de 65 anos para eles e de 61 anos para elas, isso em 2021. MÍNIMA, porque poderá ser mais do que isso, até bater o tempo mínimo de contribuição. Então, se você ainda é novo, fique atento para essa condição e faça pagamentos ao INSS, mesmo que seja autônomo.

Aposentadoria por tempo de serviço 2021

A aposentadoria por tempo de serviço é algo que existiu até 1998, quando foi substituída pela aposentadoria por tempo de contribuição. Portanto, se você é segurado pelo INSS antes desse ano, ainda será possível solicitar a aposentadoria por tempo de serviço, mesmo que de forma judicial.

Neste caso, é preciso comprovar pelo menos 35 anos de contribuição, no caso dos homens e 30 anos para as mulheres.

O que é aposentadoria especial?

A aposentadoria especial é concedida aos trabalhadores que exercem atividades laborais expostas a agentes nocivos, que podem trazer prejuízos para a saúde e para a integridade física ao longo do tempo. Mas, para ter direito o trabalhador deve comprovar que exerceu tal atividade expositiva conforme a legislação em vigor.

Ainda assim, a carência mínima exigida é de 180 contribuições.

O trabalhador deve ter exercido essa atividade por algum período de tempo, para ter direito a solicitação. Dependendo do agente nocivo, pode ser de 15, 20 ou 25 anos.

Os mineiros, por exemplo, que trabalham no subsolo, devem ter 15 anos de atividade e já podem se aposentar.

O valor da aposentadoria especial 2021 é equivalente a média aritmética de 80% das contribuições feitas ao longo do período como segurado. No caso dos trabalhadores que tiveram mais de 240 contribuições, são selecionadas as maiores.

Aposentadoria por invalidez

Os trabalhadores assegurados pelo INSS que tiveram alguma doença grave ou acidente e foram considerados, após perícia médica feita pela Previdência Social, incapazes de exercer as suas atividades laborais, terão este benefício.

Essa aposentadoria só é concedida depois que o segurado doente ou acidentado é afastado do trabalho. Antes disso é pago o auxílio-doença.

Então, quando o médico do INSS chega à conclusão de que o segurado não apresenta condições de voltar a trabalhar, outro médico é acionado para fazer a verificação dessa condição. A partir disso, é por meio de uma carta que a pessoa fica sabendo se receberá a aposentadoria ou não.

Os aposentador por invalidez precisam passar por uma perícia de 2 em 2 anos, e se não fizer isso os pagamentos são cancelados.

Ela é paga somente aos trabalhadores que tiveram pelo menos 12 meses de contribuição junto ao INSS. Mas, em caso de acidentes não é exigido o período de carência, nesse caso a pessoa deve apenas estar inscrita na Previdência Social.

Como consultar situação da aposentadoria?

Ninguém mais precisa sair de casa para realizar procedimentos simples. Hoje em dia tudo pode ser feito pela internet, em poucos cliques. Então, veja agora como consultar a situação de sua aposentadoria:

  • Acesse o site do INSS; https://www.inss.gov.br/servicos-do-inss/consulta-de-situacao-de-beneficio/
  • Escolha “Consulta de situação de benefício”, que fica no lado esquerdo da página;
  • Clique em “ACOMPANHAR PEDIDO”;
  • Escolha “ENTRAR”;
  • Digite o seu CPF e escolha “Avançar”, ou crie a sua conta caso ainda não possua;
  • Informe a sua senha;
  • Escolha “Carta de Concessão”.

Antes de escolher “Carta de Concessão”, existem outras alternativas de serviços, talvez algum deles seja do seu interesse.

Aposentadoria rural 2021

A aposentadoria rural foi uma das menos atingidas pela Reforma da Previdência, então continua sendo a mesma idade que era cobrada antes: os homens devem ter pelo menos 60 anos e as mulheres no mínimo 55 anos.

Diferente da aposentadoria normal, no caso da aposentadoria rural homens e mulheres precisam contribuir pelo menos 15 anos para ganharem direito ao benefício pago pela Previdência Social.

A contribuição funciona em relação a comercialização de produtos agrícolas. Então, a alíquota é de 1,3% do que for comercializado. Dessa forma é que os trabalhadores rurais fazem as suas contribuições.

Os trabalhadores rurais que desejam se aposentar precisam ir diretamente a uma das agências do INSS, onde devem preencher uma autodeclaração de exercício de atividade rural. Antes, era possível dar início ao procedimento indo aos sindicatos locais. Então, havia menos burocracia.

Já em relação aos grandes produtores rurais, estes precisam ter 65 anos para se aposentarem, no caso dos homens e as mulheres pelo menos 62 anos de idade. Em relação a contribuição, elas precisam ter 15 anos e eles 20.

Aposentadoria compulsória

A aposentadoria compulsória obriga o trabalhador a afastar-se de suas atividades laborais. Existem alguns fatos que obrigam essa condição, como: idade, doença física ou mensal, determinação judicial e outros fatores.

No Brasil, ela é voltada principalmente para os servidores públicos que não pediram a aposentadoria quando deveriam. Veja quem pode ter a aposentadoria compulsória, aplicada a servidores públicos:

  • Da União;
  • Dos Estados;
  • Municípios;
  • Autarquias;
  • Fundações;
  • Membros do Judiciário,
  • Do Ministério Público,
  • Das Defensorias Públicas
  • Tribunais e Conselhos de Contas;
  • Policiais Civis; e Federais;
  • Policiais Rodoviários Federais.

A aposentadoria compulsória acontece aos 75 anos para os servidores públicos.

Aposentadoria por tempo de contribuição

Desde que a Reforma da Previdência foi aprovada em 2019, não é mais possível se aposentar pelo tempo de contribuição. Essa medida foi tomada porque algumas pessoas paravam de trabalhar muito cedo.

As pessoas vivem cada vez mais, então medidas novas são necessárias. Por isso que hoje em dia os homens precisam trabalhar até os 65 anos e as mulheres até os 60, para terem direito ao benefício somente depois dessas idades.

Mas, quem estava próximo de atingir a meta e se aposentar por tempo de contribuição, ainda consegue aproveitar a regra de transição.

Cálculo aposentadoria 2021

Sem considerar as regras de transição, o cálculo para a aposentadoria é o seguinte:

  • É calculada a média de todas as contribuições pagas ao longo da vida laboral;
  • O segurado terá direito a 60% desse total +2% por ano que exceder os 20 anos para homens e 15 anos para mulheres;
  • No caso dos servidores públicos, a conta é de 60% +2% ao ano, para quem passou dos 20 anos no caso de homens e mulheres.

Veja o exemplo: Joana contribuiu por 28 anos e conseguiu uma média salarial de R$ 2.500,00.

A conta é a seguinte: 60% + 26% (2% x 13 anos acima dos 15 anos necessários), que resulta em 86% de R$ 2.500,00.

Assim, Joana ganharia R$ 2.150,00 por mês.

Aposentadoria por tempo de contribuição MEI

Faz tempo que o regime de Microempreendedor Individual (MEI) existe no Brasil, por isso ainda não tivemos aposentados que trabalharam a vida inteira com isso. Mas, já podemos fazer projeções para o futuro.

O MEI não tem direito a aposentadoria por tempo de contribuição. Porém, o que acontece é que após 180 meses de contribuições, terá direito a se aposentar por idade, quando completar 65 anos para os homens e 60 anos para as mulheres.

Podemos dizer que o MEI é um contribuinte normal, que paga por conta própria o seu benefício.